SESI-SP inicia programa para oferecer Judô na grade escolar

Projeto piloto, desenvolvido em parceria com o Instituto Kudokan do Brasil, atenderá 1200 crianças em 2019, em escolas de Bauru, AE Carvalho e Cruzeiro

 Por: Sesi Bauru
15/02/201911:57- atualizado às 15:11 em 20/02/2019

Em cerimônia realizada na tarde desta quinta-feira (14), em Bauru, foi lançado oficialmente o Projeto Judô na Escola, parceria firmada entre Sesi-SP e Instituto Kodokan do Brasil (IKB). 

O principal objetivo do projeto é introduzir o judô como disciplina da grade de estudos, para crianças do 1º ao 5º, e inicia de maneira pioneira no Estado de São Paulo, na rede de Escolas Sesi. Cerca de 1.200 alunos serão atendidos de imediato, nas unidades de Bauru, AE Carvalho (na capital) e Cruzeiro. A expectativa é de que em até dois anos o programa seja incluído em toda a rede Sesi-SP, que hoje, soma 154 escolas, e posteriormente, expandido para outras redes de ensino.

O diretor do Centro de Atividades do Sesi Bauru, Clóvis Aparecido Cavenaghi Pereira, falou sobre a importância da filosofia do judô no processo de formação das crianças e adolescentes. “A primeira coisa que o judô ensina é aprender a cair. Na vida a gente cai e tem que levantar com dignidade. Quem sabe cair não se machuca quando cai e levanta bem mais rápido. Queremos, através da filosofia, da história e da iniciação à atividade esportiva, desenvolver com as crianças valores como perseverança, respeito aos professores, paciência e resiliência”.

Sport for Tomorrow

A ação faz parte de um programa do governo japonês chamado Sport for Tomorrow (Esporte para o Amanhã), que visa promover o esporte a mais de dez milhões de pessoas em mais de cem nações até 2020, ano em que Tóquio vai sediar os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Verão. No Brasil, as atividades são baseadas em memorando da área de Educação Física entre o Ministério da Educação, Cultura, Esporte, Ciência e Tecnologia do Japão e Ministério da Cidadania Secretaria Especial do Esporte do Brasil, tendo em mente a sucessão dos Jogos Olímpicos “Do Rio Para Tóquio”. O objetivo do programa é introduzir o esporte com a atenção voltada ao aspecto da educação humana.

Workshop

Depois da cerimônia, o professor Hirotaka Okada, representante do Governo do Japão, ministrou um workshop gratuito sobre a metodologia de ensino japonesa, destinado a professores que trabalham com crianças de 5 a 12 anos. O curso gratuito foi promovido pelo Instituto Kodan do Brasil, em conjunto com a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) e a Federação Paulista de Judô (FPJ).

Okada é especialista em treinamento de judô, professor associado e técnico da equipe principal da Faculdade de Educação Física da Universidade de Tsukuba (Japão), e professor da equipe infantil da cidade de Tsukuba. Medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Barcelona (1992), bicampeão mundial em 1987 e 1991, e árbitro FIJ A. Ele veio ao Brasil para falar sobre a importância da introdução do judô nas escolas públicas e expor um sistema pedagógico que enfatiza aspectos motivacionais e prioriza a integridade física e psicológica dos jovens iniciantes.

Bodas de Ouro

A assinatura do Acordo de Cooperação Técnica foi o primeiro evento oficial do aniversário do Sesi Bauru. Em 2019, a unidade completa 50 anos. Inaugurado em 25 de abril de 1969 (um mês antes do dia da indústria - 25/5), foi o segundo conjunto educacional e assistencial do Sesi do interior de São Paulo - o primeiro foi Sorocaba, que teve início de atividades em janeiro do mesmo ano. O Sesi Bauru abrange a cidade e outros 29 municípios de sua jurisdição, sendo referência nas áreas de educação e qualidade de vida – cultura, esporte, promoção à saúde e responsabilidade social. Os Centros Educacionais de Bauru, Agudos e Lençóis Paulista atendem nos Ensinos Fundamental e Médio. Desde 2018, o SESI Bauru também é sede de duas equipes de Rendimento no Estado: judô e vôlei feminino.

Leia também